DEUS É TUDO NA MINHA VIDA!

Minha foto
porto alegre, rio grande do sul, Brazil
No dia-a-dia, enfrentamos diversos problemas desencadeados por pressões sociais, culturais, econômicas e financeiras, tanto na rua, no emprego, como na família. Estamos sempre "correndo atrás da máquina" e com medo de ficarmos para trás, pois o mundo competitivo nos obriga a sermos o melhor funcionário, o melhor conjuge, os melhores pais, os melhores filhos etc. Nossa busca se generaliza para diversas áreas e acabamos nos esquecendo de coisas simples, como termos tempo para nós mesmos. Essas pressões acabam produzindo conflitos pessoais, emocionais e espirituais que se exteriorizam como dificuldades em mantermos saúde plena, física e mental. Então, percebemos a necessidade do retorno ao equilíbrio pessoal, da paz e da saúde, para a nossa vida e para a vida daqueles com quem convivemos. Entretanto, também percebemos que as pessoas que conosco vivem e em quem buscamos apoio se encontram com problemas semelhantes aos nossos, necessitando também de auxílio. Nestes momentos de dificuldades, podemos melhorar nosso entendimento, clareando nossos pensamentos e aliviando nossos sentimentos através de uma conversa amiga.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

DITADO POR LUCIUS

Vivemos uma vida tentando fazer com que os outros se responsabilizem pelas nossas necessidades enquanto nós nos abandonamos irresponsabilidade.Queremos ser amados e não nos amamos, queremos ser compreendidos e não nos compreendemos,queremos o apoio dos outros e damos o nosso a ele.Quando nos abandonamos queremos achar alguém que venha a preencher o buraco que nós cavamos.
Cada um é responsável pelas suas próprias necessidade.  

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

ATENÇÃO!!

As pessoas precisam entender que as crianças com necessidades especiais não estão doentes. Elas não procuram uma cura, apenas aceitação. Esta é a semana da educação especial. Noventa e três por cento das pessoas não vão copiar e colar este texto. Que tal fazer parte dos sete por cento e deixá-lo no seu mural por pelo menos, uma hora?










Amigos estou muito atarefada,mais não tive como não colabora com este anuncio de solidariedade. 

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

ATENÇÃO!


A Mente de 9 a 11 Anos

O senso crítico nessa idade está mais acentuado e, portanto, os pais precisam ser coerentes com as punições e recompensas para não confundir a cabeça da criança.

Nesse período o grupo de amigos precisa ser mais expandido além do grupo da escola. As brincadeiras ao ar livre, devem ser propiciadas. Caso a criança apresente uma tendência a roer as unhas, chupar os dedos ou algum tique nervoso, significa que ela não está conseguindo se expandir de modo adequado. É um sinal claro de que ela está se contendo, ou vivendo algum período de tensão. 

Como são mais críticos em relação aos outros, e críticos consigo mesmos, a tendência é se sentirem cobrados quando não fazem corretamente as tarefas.
Uma situação competitiva pode gerar tensão.
Estatisticamente, é a fase que mais sofrem acidentes sérios, pois a tentativa de se expandirem é liberada nos jogos violentos e nas correrias desenfreadas.
É um excelente momento para que os pais comecem a introduzir a mesada. Pois, é uma fase que pedem em demasia, então, já podem começar a ter noção do gasto com o dinheiro. Assim, quando a mesada terminar, saberão e entenderão bem os pais, quando os ouvirem dizer que o dinheiro deles acabou, e que agora, só no mês seguinte.
Aos 10 anos, a motricidade é mais tranqüila e a descarga de tensão aparece nos movimentos finos, como ao enrolarem os cabelos, enquanto fazem o dever ou mordem a bochecha.
O equilíbrio emocional é mais equilibrado, mais razoável, mas se desestabiliza aos 11 anos. E, por que perdem um pouco desse equilíbrio?
Porque a individualidade já está mais definida e precisam de auto-afirmação; o que aparece numa atitude de rebeldia, de oposição, principalmente, em relação á mãe que é a figura mais próxima e quem mais dá as ordens.
O pensamento consciente já está quase pronto aos 12 anos, e o córtex cerebral que possibilita esse pensamento, já se completou. 
Aos 11 anos, para as meninas, é importante já saber sobre a menstruação. Pois muitas já têm a menarca nessa idade.
A independência é bem maior. Os pais já começam a perceber sinais de uma adolescência nesses filhos que, já se autodenominam de pré-adolescentes.
Tendo recebido muito pedidos de sugestões de livros sobre esta faixa de idade, recomendo as publicações da Clínica Tavistock. Em português, publicados pela Editora Imago :
  • Compreendendo seu filho de 10 anos – Jonathan Bradley

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Temos a certeza de que a vida é uma passagem bem rápida pelo nosso universos,temos o livre a-brito de escolher o nosso caminho.Fazer  o certo a nossa lição de casa.

sábado, 15 de janeiro de 2011

TRISTE!!!!!

Hoje estou muito triste, pois quando tu pensa que as coisas estão entrando na linha la vem a decepção ........

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

O Perdão

Cristiane Bicca
Todos nós buscamos a felicidade. Mas que felicidade é essa que quanto mais se procura mais distante fica? Para que realmente a encontremos é necessário conhecermos a nós mesmos e colocarmos em prática a nossa reforma íntima, ou seja, a renovação das nossas atitudes.
Por isso, hoje, falaremos sobre o perdão, uma das maiores virtudes, através das quais alcançaremos a paz e a felicidade interior.
Como nos mostra Miramez em Horizontes da Mente, o PERDÃO é um fato, sem que exista discussão sobre o assunto, pois se fundamenta no amor e é sustentado pela caridade, sem insultar a lei da justiça.
Infelizmente, nosso conceito de perdão pode limitar ou dificultar a nossa capacidade de perdoar. Dizem que perdoar é coisa de gente fraca , medrosa, boba. Possuímos crenças negativas de que perdoar é aceitar de forma passiva tudo o que nos fizeram. Achamos que perdoar é aceitar agressões, desrespeito aos nossos direitos. Muitos afirmam: "eu não levo desaforo para casa!..." Somos alguns destes?
Será que a pessoa que perdoa demonstra fraqueza de caráter? Temos a certeza que não. Aliás esta certeza não é nossa, mas do Cristo que nos recomendou e viveu o perdão incondicional. E não consta que o Mestre tenha demonstrado em Sua vida fraqueza de caráter. Alguns até pensaram que ele era meio fraco, já que quando perseguido e açoitado, não esboçou qualquer gesto de reação e no auge do seu martírio ainda foi capaz de pedir ao Pai que perdoasse os seus ofensores.
Até hoje ninguém lembra daqueles que o crucificaram, mas o nome do "imaginado fraco", do grande pacificador, cruzou os mares, venceu a linha do tempo, ficando conhecido em todo o mundo, a tal ponto de dividir a história da humanidade em antes e depois Dele.
Não existe uma razão plausível para não perdoar, mas existem muitas razões para exercitarmos o perdão. Vamos ver algumas delas?
A primeira razão para perdoar encontra-se na constatação de que todos nós ainda somos imperfeitos. Não há ninguém, no atual estágio do planeta Terra, que tenha atingido a perfeição, por isso, o erro faz parte das nossas vidas. A visão da eternidade, que a doutrina espírita nos mostra, abre os nossos horizontes, pois se já percorremos inúmeras encarnações, muito já aprendemos, porém temos que aprender outras centenas de lições. E como o Criador está em constante processo de criação, cada um de nós iniciou sua trajetória evolutiva em época diferente da dos demais. Logo, cada um de nós está em determinada faixa evolutiva, com determinados aprendizados já realizados e com muitos outros a serem realizados.
Então, se alguém nos ofende, não o faz por maldade, mas por ignorância. Ignorância, significa, que quem nos ofendeu ignora, ainda não aprendeu a lição do respeito. Somente quem tem a visão da imortalidade do espírito pode compreender a trajetória que todos nós realizamos, passo a passo, degrau a degrau.
Um exemplo simples: se déssemos a um aluno do Primeiro Grau uma equação algébrica para ele resolver, dificilmente conseguiria e nem por isso seus professores ficariam decepcionados com ele. Simplesmente entenderiam que ele não estava em condições de resolver o problema. Ele ainda era ignorante em álgebra. Futuramente não será mais.
Sendo assim, haveremos de aceitar as pessoas como elas são; cheias de virtudes e defeitos. Não há perfeição, ainda somos imperfeitos. Vamos sair da ilusão de que os outros devem ser perfeitos, principalmente quando agem conosco.
Muitos dizem: "Ah, eu me desiludi com aquela pessoa". É claro! Sabem porquê ? Porque se iludiram com ela, pensando que esta seria perfeita o tempo todo. Provavelmente, notaram muitas virtudes e aí passaram a imaginar que aquela pessoa era um "anjo caído do céu", mas quando esta mostrou os seus defeitos, veio a desilusão, o engano, a decepção. Aí, muitos dizem que não conseguem perdoar porque estão muito magoados. Porém, o problema não está no outro, pois era previsível que por mais especial que esta pessoa fosse, um dia acabaria agindo de forma diferente daquela que esperávamos. O erro está em nós, que não aceitamos as pessoas como elas são.
Será que estamos aceitando as pessoas como são? Será que não estamos esperando muito dos outros? Será que estamos esperando lidar com seres angélicos num planeta de provas e expiações?
Podemos dizer: Sem Aceitação, Não há Perdão!
Nos aceitando e aos nossos irmãos como eles são, nossos relacionamentos ficarão melhores. Sabem porquê? Porque não haverá tanta cobrança, tanta expectativa. E quando eles ou nós errarmos, e eventualmente nos prejudicarmos, haveremos de lembrar do Mestre Jesus, que perdoou a todos, exatamente porque aceitou a cada um de nós do jeitinho que somos.
Um outro motivo para esquecermos as ofensas está na constatação de que o perdão traz um grande alívio para quem perdoa. Nem sempre para quem é perdoado. Porque muitas vezes quem é perdoado não consegue se livrar da sua consciência, mas este também precisa aprender a se perdoar e a recomeçar novamente. O autoperdão também é importante. Para que reconhecendo os nossos erros encontremos forças para reformular nossas atitudes e começar uma nova vida.
Considerando a própria fragilidade, o indivíduo deve conceder-se a oportunidade de reparar os males praticados, reabilitando-se perante si mesmo e perante aqueles a quem haja prejudicado.
O arrependimento, puro e simples, se não acompanhado da ação reparadora, é tão inócuo e prejudicial quanto a falta dele.
O autoperdão ajuda o amadurecimento moral, porque propicia clara visão responsabilidade, levando o indivíduo a cuidadosas reflexões, antes de tomar atitudes agressivas ou negligentes, precipitadas ou contraditórias no futuro.
Quando alguém se perdoa, aprende também a desculpar, oferecendo a mesma oportunidade ao seu próximo.
Caso não nos perdoarmos ou não perdoarmos alguém, carregaremos os sentimentos de mágoa e ressentimentos e este lixo tóxico produzirá em nosso organismo doenças de difícil tratamento. Por que? Porque se alimentarmos idéias de ódio e vingança entramos na mesma sintonia de agressão e sobrecarregamos nossos centros energéticos, perturbando o nosso organismo, desencadeando um mundo de distúrbios, fazendo com que nosso espírito sofra as conseqüências do que provocou.
Eis o porquê do PERDÃO.
Muitos podem estar se perguntando como podemos aprender a perdoar.
Uma das ferramentas básicas para alcançarmos o perdão real, é conseguirmos nos manter a uma certa "distância psíquica" da pessoa, do problema ou das discussões. O que seria esta distância psíquica? É conseguirmos analisar, o problema como se não fosse conosco. Porque este distanciamento fará com que não exageremos na interpretação do problema, caindo em impulsos desequilibrados causando uma sobrecarga em nossa energia mental. A mente com este desequilíbrio dificulta o perdão. Então, nos desligando da agressão ou do desrespeito, nosso pensamento vai sintonizar com mais clareza e nitidez no bem, renovando a "atmosfera mental".
Ao desprendermo-nos mentalmente, passamos a usar construtivamente os poderes do nosso pensamento, evitando os "deveria ter falado ou agido", eliminando da nossa imaginação os acontecimentos infelizes que aconteceram conosco.
É fator imprescindível, ao "separar-nos" emocionalmente de acontecimentos infelizes, a TERAPIA DA PRECE como forma de nos harmonizarmos, pois a prece refaz os sentimentos de paz e serenidade, facilitando a harmonização interior.
Desligar-se não é um processo de nos tornar insensíveis e frios, comportando-nos como criaturas inacessíveis as ofensas e críticas. Desligar-se, quer dizer deixar de alimentar-se das relações destrutivas, desvincular-se mentalmente das relações doentias ou de problemas que não podemos solucionar no momento.
Ao soltarmo-nos desses fluidos que nos amarram a essas crises, temos a chance de enxergarmos novas formas de resolver dificuldades e desenvolvermos a nobre tarefa de nos compreender e compreender os outros.
Quando aceitaremos fazer este "distanciamento" mais facilmente? Quando conseguirmos acreditar que cada ser humano é capaz de resolver seus problemas, e é responsável por todos os seus feitos na vida, permitindo que sejam, e se comportem como queiram, dando-nos a nós essa mesma liberdade.
Viver nos impondo certa "distância psicológica" às pessoas ou coisas problemáticas, sejam entes queridos difíceis ou companheiros complicados, não significa que deixaremos de nos importar com eles ou de amá-los ou de perdoar-lhes, mas sim de viver sem enlouquecer pela ânsia de tudo compreender, suportar e admitir.
Compreendendo, que ao promovermos, este distanciamento psicológico, teremos mais habilidade e disponibilidade para percebermos o processo que há por trás dos comportamentos agressivos, permitindo-nos não reagir da mesma maneira que fazíamos e sim olharmos "como é, como está sendo feito" nosso modo de nos relacionar com os outros, isto nos leva a começar a entender a dinâmica do perdão.
Uma das mais eficientes técnicas de perdoar é retomar o vital contato conosco mesmo, deixando-nos de ser vítimas de forças fora do nosso controle para transformar-nos em criaturas que criam sua própria realidade de vida, pois como já diz o nosso querido Divaldo Pereira Franco:
"O PERDÃO É SEMPRE PARA QUEM PERDOA".
Por isso, não nos contaminemos pela raiva, pela cólera e pela mágoa. Vivamos em paz e com a nossa consciência tranqüila pronta para merecer o perdão das pessoas que prejudicamos com os nossos atos, palavras e pensamentos, pois somente será perdoado aquele que perdoa. Essa é a lei.
Façamos uma proposta conosco mesmo: passemos uma borracha em todos os sentimentos de mágoa que e ainda temos. Libertemo-nos do ódio, expulsemos a mágoa, perdoemos os nossos ofensores e a nós mesmos, pois todos nós necessitamos do perdão Deus ensinado por Jesus na oração do Pai Nosso.
Se Deus, a Suprema Bondade, compreende nosso erros, porque não haveríamos de entender os erros alheios?
Experimente perdoar, pois quem aprender a perdoar jamais se esquecerá, por sentir os efeitos de felicidade que advém deste fato.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

MUITO FASCINANTE!!!

André Luiz nos mostra que esse outro lado da vida é muito parecido com o lado de cá. Há muitas semelhanças. Ninguém fica vagando no espaço como alma penada, nem tocando harpa no beiral de uma nuvem. O mundo espiritual, para os espíritos, é tão real e dinâmico quanto o mundo físico é para nós.
É por isso que muitos espíritos não sabem, ou não conseguem acreditar que já morreram. São daqueles que pensam que ao morrer irão para o céu, o purgatório ou mesmo para o inferno, ou então, que a morte irá apagá-los de vez. Mas, ao invés disso, encontram-se quase como antes. Muitos voltam para o lar, para os ambientes do trabalho ou do lazer. Vêem as pessoas, falam com elas, mas as pessoas não lhes dão a menor atenção. Alguns pensam que ficaram loucos, ou que estão vivendo um pesadelo interminável. Muitos assistem ao próprio velório e sepultamento, mas não aceitam a idéia de que aqueles funerais sejam os seus. Espíritos nessa condição são popularmente conhecidos como sofredores.
Uma das atividades dos centros espíritas é o esclarecimento a esses irmãos tão necessitados. Eles se incorporam ao médium e o doutrinador conversa com eles explicando-lhes a realidade. O grupo todo envolve o irmão sofredor em vibrações de paz e de amor. É como ele se alivia e consegue melhorar a própria freqüência vibratória.
Essa elevação vibratória é necessária para que ele possa ser socorrido e levado para tratamento em local adequado.
Mas há também aqueles que retornam à dimensão espiritual mais ou menos conscientes do que está ocorrendo, ou seja, sabem, ou mesmo desconfiam que desencarnaram, ou “morreram”.
Quando alguém desencarna é muito importante que receba vibrações de paz, em vez das manifestações de desespero que geralmente acontecem nessas situações.
Muitos espíritos têm relatado através da mediunidade seus dramas, sofrimentos e aflições, por causa do desespero e desequilíbrio dos parentes e amigos, após seus desenlaces. Eles dizem que as lágrimas dos entes queridos que ficaram na Terra, suas vibrações angustiadas, chegam a eles com muita intensidade, provocando-lhes sofrimentos e aflições sem conta.
Por isso, diante da morte, a atitude dos presentes deve ser de respeito, serenidade, equilíbrio e, acima de tudo, prece. O recém-desencarnado necessita de paz e de muita oração.

ALEM DA VIDA ESPIRITUAL.

Existe vida depois da morte?
As pesquisas científicas indicam que sim, e as religiões também afirmam que, de alguma forma, a vida continua depois desta vida, nem que seja em estado latente, aguardando a ressurreição dos mortos.
Só que aí surge uma questão da mais alta importância: se todos havemos de morrer um dia, como estaremos nesse além da vida? Será que vamos ficar armazenados em algum galpão celestial, aguardando o juízo final? Ou quem sabe, prostrados diante do trono divino, em adoração, pela eternidade afora? Ou talvez sentados no beiral de uma nuvem tocando harpa?
Será que uma natureza dinâmica, como a do ser humano, iria suportar um estado de inatividade, inócuo e vazio, por toda a Eternidade?
São os próprios espíritos que têm dado as mais completas explicações sobre esse outro lado da vida. Essas informações têm chegado, principalmente através da psicografia, por intermédio de inúmeros médiuns, nos mais diferentes pontos da Terra e nas mais diversas épocas.
 Nessas mensagens, dirigidas em sua maioria a parentes e amigos, os espíritos contam como foi a sua passagem para o mundo ou dimensão espiritual, e como é essa nova realidade.
Também pela TCI – Transcomunicação Instrumental, os espíritos se comunicam através de aparelhos eletrônicos, passando informações semelhantes.
Um dos portadores das mais amplas e detalhadas notícias sobre o mundo espiritual, a vida e atividades dos seus habitantes - através da mediunidade - é o espírito André Luiz, nos 11 livros psicografados por Francisco Cândido Xavier (Chico Xavier): Nosso Lar, Os Mensageiros, Missionários da Luz, Obreiros da Vida Eterna, No Mundo Maior, Libertação, Entre a Terra e o Céu, Nos Domínios da Mediunidade, Ação e Ração, Sexo e Destino, E a Vida Continua.

domingo, 9 de janeiro de 2011

RECOMEÇAR!!!

RECOMEÇAR

Nao importa onde voce parou... Em que momento da vida voce cansou... O que importa e que sempre e possivel e necessario "Recomecar".

Recomecar e dar uma nova chance a si mesmo... renovar as esperancas na vida e o mais importante... Acreditar em voce de novo.

Sofreu muito nesse periodo? Foi aprendizado...

Chorou muito? Foi limpeza da alma...

Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoa-las um dia...

Sentiu-se so por diversas vezes? E por que fechaste a porta ate para os anjos...

Acreditou que tudo estava perdido? Era o inicio da tua melhora...

Pois ... Agora e hora de reiniciar... De pensar na luz... De encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Um novo curso... Ou aquele velho desejo de aprender a pintar... Desenhar... Dominar o computador... Ou qualquer outra coisa...

Olha quanto desafio... Quanta coisa nova nesse mundo de meu Deus te esperando.

Ta se sentindo sozinho? Besteira... Tem tanta gente que voce afastou com o seu "periodo de isolamento"... Tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para "chegar" perto de voce.

Quando nos trancamos na tristeza... Nem nos mesmos nos suportamos... Ficamos horriveis... O mal humor vai comendo nosso figado... Ate a boca fica amarga.

Recomecar... Hoje um bom dia para comecar novos desafios.
Onde voce quer chegar? Ir alto... Sonhe alto... Queira o melhor do melhor... Queira coisas boas para a vida... Pensando assim trazemos pra nos aquilo que desejamos... Se pensamos pequeno... Coisas pequenas teremos... Ja se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor... O melhor vai se instalar na nossa vida.
E e hoje o dia da faxina mental... Joga fora tudo que te prende ao passado... Ao mundinho de coisas tristes... Fotos... Pecas de roupa, papel de bala... Ingressos de cinema, bilhetes de viagens... E toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados... Jogue tudo fora... Mas principalmente.... Esvazie seu coracao... Fique pronto para a vida... Para um novo amor...
Lembre-se, somos apaixonaveis... Somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes...

Afinal de contas...

Nos somos o "Amor"...


(Paulo Roberto Gaefke)

Família Reunida !!!!


Dia Especial!!!

sábado, 8 de janeiro de 2011

TUDO TEM O SEU TEMPO!

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.”Eclesiastes 3:01
Estive refletindo sobre essa passagem e parei para pensar, o que Salomão quis nos dizer com ela?
Na Bíblia está escrito que não houve nem haverá ninguém tão sábio quanto Salomão, e uma das tarefas dele era julgar e decidir questões difíceis (o mais célebres desses julgamentos é o das duasmães em). Acho que muitos desses julgamentos demandavam tempo e paciência e Salomão pode observar o comportamento das pessoas, muitas com pressa e desesperadas por solução.
Não sou psicólogo mas acho q essa pressa é decorrente de nossa vida finita e limitada, afinal não sabemos nem o que acontecerá daqui a alguns segundos quanto mais o que acontecerá amanhã ou daqui a vários dias, ou meses, ou anos.
Por mais paradoxal que seja, essa imprevisibilidade é o que deveria nos fazer ter paz. Como assim? Jesus disse em Mateus 6:25-34 que não devemos andar ansiosos ou preocupados com o dia de amanha, afinal podemos acrescentar algo a ele?
TUDO TEM SEU TEMPO DETERMINADO! Não devemos ficar ansiosos querendo que nosso milagre ou nossa vitória ou nossa bênção chegue em momentos pré-determinados de nossa vida, ou quando acharmos melhor, ou quando bem desejamos. Deus conhece nosso coração e sabe o que é melhor para nós.
Uma analogia, meio boba confesso, que costumo fazer é a do pai, sensato claro, que não daria um carro para o seu filho de 12 anos, mesmo que esse soubesse dirigir, afinal seu filho não está preparado para responsabilidade. Com Deus funciona da mesma forma, você só receberá sua bênção quando estiver pronto para ela, e no tempo determinado.
Mas eu estou pronto, eu tenho certeza que estou pronto. Você deve estar dizendo isso, né? Sabe muitas vezes pensamos isso, mas será que estamos mesmo prontos para receber o que temos? Na Bíblia vemos vários exemplos de pessoas que baixaram a guarda em momentos de vitória e acabaram por fazer algo não muito bom, cito alguns: Davi e Batseba, os filhos de Eli e o próprio Salomão. Taí um bom exemplo, Salomão, um homem que apesar de TODA A SUA SABEDORIA se afastou de Deus, mesmo ele tendo afirmado que o temor a Deus é o princípio da sabedoria. Será que você está realmente pronto?
Poderia falar mais sobre estarmos ou não pronto para o nosso milagre, mas acho que vale dizer que ‘Deus nunca se atrasa’ e tudo que Ele faz é no momento correto, então, amado e querido irmão, não se desespere, nem arranque seus cabelos pois ‘há tempo para TODO o propósito debaixo do céu‘.
Espere com paciência em Deus, pois a sua vitória está nas mãos d’Ele.
Sentindo-se paciência? Desesperado pra que sua bênção chegue logo? Deixe um comentário para que oremos por você.
Fique com Deus.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

CONCERTEZA!!!

Talvez DEUS queira que tu, ao longo da tua vida, conheças muitas pessoas falsas, para que quando tu encontres as verdadeiras, as saibas estimar e dar graças por elas. Frase de Provérbio chinês

CHICO SABEDORIA DE MUITA LUZ!!

A esperança é a filha dileta da fé, ambas estão uma para outra como a luz reflexa dos planetas está para a luz central e positiva do Sol. ~Frase de Chico Xavier

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Em seu livro, "Mulheres que Correm com os Lobos", Clarissa Pinkola
escreveu algo que muito me agradou :

"Dizem que tudo o que buscamos, também nos busca e, se ficamos
quietos, o que buscamos nos encontrará. É algo que leva muito tempo
esperando por nós. Enquanto não chegue, nada faças. Descansa. Tu
verás o que acontece enquanto isto.”



Desejo que hoje experimentes paz dentro de ti, que confies que te
encontras exatamente onde deves estar, que não te esqueças das
possibilidades infinitas que nascem da confiança em ti mesma e em
outras/outros, que utilizes os dons que recebestes, e que transmitas
a outras/outros, o amor que te foi dado. Desejo que estejas feliz
contigo mesma pelo que és. Deixa esta sabedoria assentar-se em teus
ossos e deixa que tua alma cante, baile e ame livremente. Está ai
para cada uma de nós."

MOMENTOS MEUS!!

As Minhas Paixões!

A vida é uma passagem para universso.

A vida é uma passagem para universso.

Seguidores

Carla Momentos

Ocorreu um erro neste gadget

Vídeo Legais

Loading...

CONFIE SEMPRE
Não percas a tua fé entre as sombras do mundo. Ainda Que Os Teus pés estejam sangrando, segue para a frente, erguendo-a por luz celeste, acima De ti mesmo. Crê e trabalha. Esforça-te no bem e espera Com paciência. Tudo passa e tudo se renova na terra, mas o que vem do céu permanecerá. De todos os infelizes os mais desditosos são os que perderam a confiança Em Deus e em si mesmo, porque o maior infortúnio é sofrer a privação Da fé e prosseguir vivendo. Eleva, pois, o teu olhar e caminha. Luta e serve. Aprende e adianta-te. Brilha a alvorada além da noite. Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aflição ou ameaçando-te com a morte. Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia.

Chico Xavier

SALMO DO DIA!

Significado Dela na tua Vida..

Significado Dela na tua Vida..
PEDRAS